Por amor a competição, Beta investe em Mergener para manter à hegemonia no Hard Enduro nacional

Por amor a competição, Beta investe em Mergener para manter a hegemonia no Hard Enduro

Em sua primeira temporada no circuito nacional Tiago Mergener alcançou o posto de segundo melhor piloto do Brasil

A marca italiana Beta nos dois últimos dois anos dominou o Hard Enduro no Brasil na categoria de elite. Em uma parceria de sucesso com Rigor Rico, Ripi Galileu e a 3R Motos, a Beta foi galgando seu espaço, mostrando suas qualidades e hoje é uma das motocicletas favoritas dos pilotos  do Grand Slam do HEBS.

O investimento em um parceria com o melhor piloto da modalidade rendeu muitas vitórias e dois campeonatos, mas a segunda temporada do Hard Enduro Brasil Series terá Rigor correndo pela KTM. Obviamente essa é uma situação que nas casas de apostas, tira a marca italiana do topo a curto prazo. Mas a montadora, guiada pela paixão pela modalidade, faz uma aposta certeira em investir no piloto mais jovem do esporte e atualmente o número 2 do Brasil.

 

Tiago Mergener, que tem apenas 20 anos e terminou como vice-campeão da primeira temporada do HEBS, ganhou o patrocínio da montadora em um sinal de respeito pelo excelente desempenho que o piloto alcançou em 2019. Apesar da Beta não entrar com uma equipe oficial este ano, o diretor da empresa no Brasil Márcio Francio, reconhece que este apoio ao jovem gaúcho pode ser o começo de um relacionamento vitorioso a longo prazo:

” Tiaguinho demonstrou o ano passado um grande esforço pessoal em participar das etapas do Hard. Mesmo ele sendo apoiado por parceiros, muitas de suas despesas ele mesmo assumiu. Isto demonstra a força de vontade dele. Então mesmo nós não tendo uma equipe no Hard Enduro este ano, reconhecemos  essas qualidades dele e por isto resolvemos apoiá-lo. Claro, nós torcemos por ele. E se ele ganhar isso é bom para a Beta. Lógico que queremos ver alguém ganhando com nossa moto. Se ele manter a evolução talvez tenhamos uma equipe no ano que vem…mas independente disso nós seguiremos torcendo por ele. Tiago é um piloto muito esforçado.” – afirma Márcio em declaração ao TheXRider

Mergener irá correr com a Beta Xtrainer 2020, uma evolução das motos que Rigor e Ripi utilizaram na temporada passada. O piloto gaúcho está muito estimulado para a competição que começará em março no Barãomaniacs. Em 2019 Tiago perdeu a primeira etapa em Barão de Cocais-MG justamente por não ter apoio, no entanto, o jovem talento conseguiu patrocínios e ajuda de amigos que lhe deram o gás necessário para não só competir no HEBS, como também se firmar como o piloto número 2 do Brasil na modalidade:

“Realizei um sonho em poder correr com o patrocínio da Beta. Ano passado corri com moto emprestada. Não tinha todo tempo para treinar com a moto. Vou me dedicar bastante nos treinos, vou andar o ano inteiro com ela. Tenho só agradecer a Beta e aos patrocinadores que me trouxeram até aqui. Vamos entrar bem focados no campeonato.” – afirma Mergener para o ThexRider.

Apesar de oficialmente não ter uma equipe em 2020, este passo da Beta inspirado na trajetória de um jovem apaixonado pela modalidade, pode trazer grande histórias ao longo dos próximos anos. Mergener no momento é o sucessor natural do multicampeão Rigor Rico no Hard Enduro, apesar do piloto mineiro ter ainda 29 anos e estar muito bem consolidado como o melhor piloto do Brasil na atualidade.

Em 2019 Tiago Mergener ganhou a terceira etapa do HEBS, o Tobata’s Park, e foi bicampeão gaúcho de Hard Enduro.

Conteúdo Relacionado

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of